domingo, 20 de novembro de 2011

O mundo não vê



Não nasci ao acaso,
Nem o acaso me trouxe até aqui
Percorro um caminho que ainda
Não sei onde vai dar,
Janelas abertas,
Portas abertas,
Cabeças!
O mundo não vê
indiferente ao sofrimento que passa,
Olhos vendados, Lábios mudos
Não há algum grito,
Não se escuta mais a dor que passa
Já não importa
Que vida, meu Deus!

Crianças em sua tênue inocência
Brutos invadem suas almas
Flagelam pobres coitados
O mundo não vê

A lua chora
O sol arde irado
O mundo não vê

A fome maltrata
Corpos doentes,
Retrato da violência
Janelas abertas,
Portas abertas
Cabeças
Olhos vendados
O mundo não vê
Não se faz nada

Maria chora
Pobre anjo dilacerado
Velhos não suportam o peso da cruz
O tempo jaz
Verdes mares, esperança
Quando?
O mundo enlouquecido não vê
Não se escuta mais os gritos
Não se dá mais atenção
O mundo cansado,
Vencido
Não se luta mais
Oh! Famigerada violência

Desertos
Olho em volta, nada!
Janelas abertas
Portas abertas,
O mundo fechou
Um vazio
Cabeças sumiram no pó
A terra escureceu
Num grito de dor
Que posso fazer?

Sopra um vento
Um fio de esperança
Quem sabe
Bons tempos virão...


Angella Reis

16 comentários:

。♥ Smareis ♥。 disse...

Encantador seu poema. É só ter esperança, que os bons tempo virão.Ótima semana cheia de coisas especiais e muitas energias positivas nos seus dias. Beijos grande!

ONG ALERTA disse...

Cada dia algo novo chega...beijo Lisette.

Diva L. disse...

Moça, minha intenção era passar para agradecer a visita ao Salto15 e conferir o teu espaço...Nossa, me en-can-tei! Que texto magnífico e forte. Parabéns, pois usas as palavras de forma cortante que atinge o mais profundo da alma. Adorei o teu cantinho, música de primeira, textos maravilhosos, layout leve, tudo de extremo bom gosto. Simplesmente encantador. Voltarei mais vezes para trocar ideias contigo.

Bjo grande e abraço na alma.
Diva L.

Dribook disse...

Teu blog é show ...valeu pela visita no meu!! beijo grande de sua mais nova seguidora...:-))

Lilá(s) disse...

O texto está magnifico! as coisas iram mudar, é preciso acreditar...
Bjs

Ana Lima disse...

Infelizmente a indiferença faz parte do nosso mundo, mas não podemos de forma alguma perder a esperança, de que um dia o mundo será mais mundo e o ser humano mais humano
bjos
Ana

Mariangela disse...

Lindo texto...
E muito real!
Mas, vamos rezar e ter fe.
Tenhamos mais esperanca de que tudo melhorara, que a conciencia e a caridade facam parte da vida de todos os seres humanos!
Grande beijo amiga!
Mariangela
















!
e que a consciencia e a caridade

Mariangela disse...

Lindo texto...
E muito real!
Mas, vamos rezar e ter fe.
Tenhamos mais esperanca de que tudo melhorara, que a conciencia e a caridade facam parte da vida de todos os seres humanos!
Grande beijo amiga!
Mariangela
















!
e que a consciencia e a caridade

Nos Amando... disse...

quem sabe né
que esse vento traga
maravilhosas coisas
linda semana
seguindo
amei seu visita
beijokas

FelisJunior disse...

olá! obrigado...pelo adiantado da hora, só vim agradecer...mas, prometo,ler de ponta a ponta suas postagens, e pelo q vi,são lindas e encantadoras...escolhi este blog, para seguir, dp visitarei os outros...boa semana! Bye!

ॐ Shirley ॐ disse...

Bonito é o seu poema, Angella. Mas, não se pode perder a esperança. Bons tempos ainda virão. beijos!

Nilson Barcelli disse...

Os caminhos que o mundo leva não auguram nada de bom.
Isto vai acabar mal...
Mas o teu poema começa bem e acaba ainda melhor. É excelente.
Beijos, querida amiga Ângela.

AquilesMarchel disse...

vc me visita e venho retribuir
mas nao pude apenas passar aqui
meu deus q texto!!!!

esperança esperança!!1
bjus e te sigo

Fátima disse...

Oi Angella,

E nós somos esse mundo.
Adorei teu texto, que venham boas novas, então.

Beijo meu

Will disse...

Parabéns pelos versos fascinantes.

Muitos versos dentro de um só: viver.

Adorei.

Um ótimo final de semana para você!

IlkaSouza disse...

Indignação profunda na beleza dos teus versos!
Parabéns!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails